Informações sobre planos
Curitiba (41) 3340-8787
Porto Alegre (51) 3333-6000
Rio de Janeiro 4000-1987

Aproveite as férias de julho mas fique ligado na sua proteção

Confira as dicas da Ecco Salva para férias mais seguras e saudáveis neste inverno.

O inverno chegou e logo lembramos das férias de julho. Apesar de menores do que o recesso de fim de ano, o período é um convite para reunir a família e aproveitar por alguns dias o friozinho gostoso da estação. Mas, para que tudo dê certo, é importante ter alguns cuidados com a saúde e a segurança. Para ajudar na sua programação de férias, a Ecco Salva traz algumas dicas e orientações para uma viagem segura e saudável para você e sua família.
Uma série de questões devem ser avaliadas e alguns cuidados tomados antes da viagem em si, levando em consideração o transporte que será usado. Se for para o exterior, alguns destinos exigem vacina, por exemplo, contra a febre amarela. É importante considerar as condições de saúde de cara membro da família para avaliar o tempo de viagem pode ser um complicador, seja no avião ou no carro. E, ainda, considerar se o destino escolhido apresenta incidência de doenças neste período em que o frio pode gerar infecções respiratórias, rinite alérgica e alergias na pele.
Quanto à pele, Juradilson de Santis, diretor-médico da Ecco Salva em Curitiba, explica que algumas doenças podem se manifestar por conta da falta de hidratação adequada, que é muito importante para a camada de gordura que reveste a pele. “O ressecamento danifica essa barreira protetora, abrindo caminho para inflamações e infecções”, diz Juradilson.
Além de manter-se hidratado, durante o inverno é importante ter as mãos sempre limpas e evitar as aglomerações, como no transporte coletivo e os shoppings. Neles, as chances de transmissão de gripes, resfriados e outras doenças relacionadas ao inverno se multiplicam.

Prepare-se antes de viajar

Pense em cada detalhe de sua viagem antes de sair de casa. Se você vai viajar de avião, informe-se sobre as vacinas indicadas para cada região que for visitar. De acordo com a Sociedade Brasileira de Imunizações (Sbim), qualquer que seja a idade, quem for para alguns países da África e da Europa Ocidental deve estar protegido contra sarampo, caxumba e rubéola. Como muitos brasileiros adultos não foram vacinados, não vale a pena perder a oportunidade.
Mas, se você vai pegar a estrada de carro, verifique os itens de segurança, como estepe, macaco e cintos, cheque os níveis de óleo e água. Mas há boas práticas que aumentam ainda mais a segurança de todos.
Giulianno de Souza, chefe de Enfermagem da Ecco Salva e professor universitário, conta que, na ansiedade de sair de férias, é comum esquecer da própria segurança. “As pessoas ficam agitadas nesse período e mais distraídas porque querem chegar logo ao destino, e acabam cometendo erros básicos, como trafegar acima da velocidade e esquecer de usar o cinto de segurança. As fatalidades acabam sendo frequentes por conta disso”, alerta Souza, que também atua no resgate da rodovia
376 há seis anos.
O enfermeiro conta que algumas atitudes simples antes de pegar a estrada podem fazer a diferença.
Guardar todos objetos no porta-malas, viajar descansado e manter-se hidratado vão dar conforto e segurança à sua viagem. Ele dá mais uma dica: “Antes de pegar a estrada, esvazie a bexiga. O cinto de segurança está na direção dela e uma simples batida pode pressionar a região e rompê-la. Pode ocorrer uma infecção e complicar uma situação que, a princípio, seria somente um dano no veículo.
A dica é: antes de iniciar a viagem, vá ao banheiro”, ressalta Souza.

Informe-se sobre o destino

Ficar bem informado sobre seu destino é uma maneira de proteger sua saúde. Procure saber onde fica o pronto-socorro, ou mesmo, os hospitais presentes nas redondezas de onde ficará hospedado.
Souza também indica manter à mão seu histórico médico e de sua família, especialmente quando há pessoas mais idosas, em tratamento ou com alguma limitação. “Caso haja uma ocorrência e você está desacordado, o médico que fizer o atendimento poderá ficar informado e agir de maneira mais assertiva. Uma boa prática é ter uma pulseira com informações sobre alergias, restrições alimentares e medicamentosas e os telefones de contato, para caso de emergência”, finaliza.
Outra dica diz respeito à medicação. Se fizer uso de medicamento, leve consigo a quantidade necessária para o período que ficará longe de casa. E não esqueça de levar sua carteirinha e de sua família. Seja de um plano de saúde ou o plano de atendimento pré-hospitalar da Ecco Salva, esta identificação fará toda diferença para agilizar o atendimento em uma emergência.

Benefício Ecco Salva

O cliente Ecco Salva também pode estar seguro na cidade onde vai passar o carnaval. Por meio do S.I.E.M. (Sistema Integrado de Emergências Médicas), que reúne empresas de atendimento pré-hospitalar no Brasil e no exterior, os associados têm cobertura médica mesmo fora da sua cidade.