Informações sobre planos
Curitiba (41) 3340-8787
Porto Alegre (51) 3333-6000
Rio de Janeiro 4000-1987

Câncer de próstata é a segunda principal causa de morte por câncer entre os homens

Ecco Salva promove conscientização neste Novembro Azul por meio de orientações gerais sobre a doença

O câncer de próstata é o segundo mais comum entre os homens no Brasil (atrás apenas do câncer de pele não-melanoma), segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA). É considerado um câncer da terceira idade, já que cerca de 75% dos casos no mundo ocorrem a partir dos 65 anos. Em 2018, 15.576 pessoas morreram em função dele e a estimativa é de 65.840 novos casos em 2020.

O diretor médico da Ecco Salva em Curitiba, Juradilson de Santis, conta que, entre a população masculina, o tumor de próstata é a segunda principal causa de morte por câncer, fazendo uma vítima fatal a cada 36 homens. Cerca de 20% dos pacientes portadores desse tipo de câncer ainda são diagnosticados em estágios avançados, embora um declínio importante tenha ocorrido nas últimas décadas em decorrência de políticas de rastreamento da doença e maior conscientização da população masculina. “Quando detectado precocemente, o tratamento é menos invasivo e oferece mais chances de cura”, reforça.

Diagnóstico

O médico esclarece que o exame de toque retal, envolvido no diagnóstico, é muito simples e dura apenas 10 segundos, embora muitos homens relutem em realizá-lo em função do preconceito. O rastreio da doença também é feito por meio do PSA, um exame de sangue que mede os níveis do antígeno prostático específico, que é produzido pela próstata. Uma concentração elevada dessa proteína pode ser indicativa do câncer.

Embora muitos especialistas recomendem que os homens façam os exames de toque retal e PSA anualmente a partir dos 50 anos, o Ministério da Saúde e a Organização Mundial da Saúde (OMS) não indicam estas medidas de rastreamento para pessoas que não apresentam sintomas. O mais indicado é o acompanhamento global da saúde do homem, de forma que seja possível cruzar os dados de fatores de risco com eventuais sintomas para decidir ou não pelos exames específicos.

Fatores de risco e sintomas

O câncer de próstata apresenta alguns fatores de risco, como idade elevada (acima dos 50 anos); casos na família (pai, irmão); ser negro; apresentar sobrepeso ou obesidade. Em muitos casos, o câncer de próstata é assintomático. O diretor médico da Ecco Salva afirma que, quando há sintomas, podem surgir dificuldade de urinar, aumento na frequência da urina, diminuição do jato e presença de sangue na urina. “É importante destacar que estes sintomas também estão relacionados a doenças benignas da próstata”, pondera o médico.

O tratamento do câncer de próstata vai depender da avaliação do caso e pode ser por meio de cirurgia, radioterapia ou tratamento hormonal.

Autocuidado e prevenção

Assim como outras doenças, a manutenção de um estilo de vida saudável, com alimentação equilibrada, atividades físicas regulares, restrição ao consumo de tabaco e álcool, comportamento sexual seguro e manter em dia as consultas médicas de rotina são fundamentais para a prevenção. Converse com seu médico e tire suas dúvidas!

Bigode azul

O dia mundial do combate ao câncer de próstata (dia 17 de novembro) e o movimento de combate ao câncer de mama foram a inspiração para dois amigos deixarem crescer os simbólicos bigodes e dar início, em 2003, na Austrália, ao movimento que deu origem à fundação Movember – das palavras moustache (bigode) e november (novembro).

O movimento já ganhou mais de 20 países. Desde 2008, o Brasil criou no calendário de saúde nacional o Novembro Azul, com o foco no combate ao câncer de próstata, mas também para conscientizar os homens da importância de cuidarem da saúde de forma global.

O diretor médico da Ecco Salva explica que a campanha busca promover uma mudança nos hábitos masculinos, mostrando a importância da realização de consultas e de exames de rotina, quebrando alguns preconceitos a respeito da realização de determinados exames e estimulando os homens a manterem uma rotina que promova a saúde e o bem-estar.