Informações sobre planos
Curitiba (41) 3340-8787
Porto Alegre (51) 3333-6000
Rio de Janeiro 4000-1987

Como fazer trabalho remoto com seus filhos em casa?

Eles precisam saber que você está trabalhando, mesmo com todos juntos em casa

O isolamento protege sua saúde e a de sua família. Mesmo em um momento como este, várias de suas atividades rotineiras continuam ocorrendo, incluindo o trabalho. Muitas pessoas passaram a realizar o trabalho remoto e, se você é uma delas, deve saber que há uma situação que precisa lidar corretamente: como compartilhar tempo e espaço com seus filhos. Vendo você em casa o tempo todo, eles podem pensar que você está disponível para cuidar deles.

O ideal é que sejam estabelecidos acordos entre vocês. Para isso, explique a eles porque não devem sair; esclareça que, além de evitar o contágio da covid-19, dessa maneira você está protegendo pessoas vulneráveis e frágeis. Ajude-os a entender que esses atos de empatia e solidariedade são necessários lá fora, mas também dentro de casa e que a cooperação de todos é necessária.

Converse com os pequenos sobre suas obrigações e a importância de facilitar seu trabalho remotamente. Assim, conforme eles completarem suas aulas virtuais e cumprirem suas tarefas (no caso de crianças em idade escolar), você mantém horários diferentes do restante da família.

Você pode precisar ter reuniões virtuais com colegas, clientes ou pacientes. Não se preocupe se seus filhos fazem barulho de fundo porque as pessoas entendem que você está em um espaço compartilhado com sua família, então se você precisa ir ver como eles estão ou o que eles estão fazendo, não sinta pena de si mesmo: levante-se e vá. Se o caso, apresente as crianças na tela de uma forma divertida.

No entanto, é bom para seus filhos se ocupem com diferentes atividades. Recomenda-se que eles façam artesanato sob sua supervisão ou brincadeiras que façam a criança gastar energia ou, ainda, sintonizar de TV educativos, com programação especial para crianças de todas as idades.

Separe um tempo para vocês interagirem e compartilharem momentos saudáveis juntos, que podem ser vividos participando de brincadeiras junto com eles. Apresente os jogos de tabuleiro da sua infância, reúna a família e crie bons momentos juntos.

Conheça seis dicas para o trabalho remoto e a lidar com as crianças, se as tiver em casa:

CRIE UMA ROTINA

O home office, ou trabalho remoto, não é um período sem rotina. Ter organização é essencial para que esse modelo de trabalho funcione adequadamente.

É essencial explicar o motivo dessa mudança na rotina para sua família.

LISTE AS TAREFAS

Ter uma lista com suas tarefas profissionais é uma dica valiosa. Assim, é mais fácil de organizar o dia e não se distrair. As crianças também devem ter uma lista de tarefas. Algumas escolas preparam atividades online para os alunos. Por isso, é importante colocar essas tarefas na rotina das crianças. Além disso, listar as tarefas domesticas é uma estratégia interessante. Por exemplo, quem colocará a mesa, quem ajudará na cozinha, na limpeza e na arrumação das camas. Assim, todos da casa se sintam parte da família

ESTABELEÇA SEU LOCAL DE TRABALHO

Quando o despertador tocar, é a hora de se levantar e “ir” ao trabalho, como se fosse sair de casa. Então, acorde no horário, tire o pijama e o mais importante se sente em um espaço apropriado para executar suas tarefas. Organize todos os recursos necessários para seu trabalho, fazendo um cronograma do dia, com o horário de começar e terminar suas atividades.

FAÇA INTERVALOS PARA SE CONECTAR COM AS CRIANÇAS

A cada 25 minutos de atividade, pare por cinco ou 10 minutos e interaja com os filhos. Outra estratégia interessante é fazer atividades junto com as crianças como cozinhar, almoça e conversar ao final do dia.

CRIEM SINAIS NÃO VERBAIS ENTRE VOCÊS

Durante o dia, haverá muitos momentos que as crianças irão querer atenção, mas os pais não poderão atendê-las, seja porque estarão concentrados ou mesmo em uma reunião importante. Por isso, é importante estabelecer um código para mostrar para a criança que você não pode falar.

MANTENHA A CALMA

É preciso cuidar das próprias emoções para não afetar as crianças. A agitação dos pais pela ansiedade e medo é percebida pelos filhos e isso afeta a forma como todos se comportam.

Fontes:
Sura Colômbia
Revista Crescer