Informações sobre planos
Curitiba (41) 3340-8787
Porto Alegre (51) 3333-6000
Rio de Janeiro 4000-1987

E essa tosse que não passa?

Tossir é um processo comum do aparelho respiratório para indicar que alguma coisa não vai bem, daí a importância de uma correta avaliação para que ela seja tratada da maneira certa

A primavera está chegando e parece querer brincar com a nossa saúde – ora faz sol, ora chove, outros dias o frio resolve dar o ar da graça e, junto de todas as estações, o vento também aparece. Nesse troca-troca de temperatura, não raras às vezes somos pegos desprevenidos, desagasalhados e como consequência `ganhamos` uma tosse chata, que não passa.

Crianças e idosos merecem atenção especial quando uma simples tosse passa a ser sinal de alerta. Problema comum nesta época do ano, ela é um dos principais motivos relacionados à saúde que acaba levando as pessoas ao médico, especialmente as crianças e os idosos. Muitas vezes, a hidratação adequada e um chazinho quente com mel, por exemplo, podem dar conta de sanar o incômodo. Mas vale atenção: se a tosse for daquela persistente, o melhor mesmo é procurar um médico, já que o quadro pode ser indicativo de doenças que podem se agravar.

Mas afinal, por que tossimos?

Em situações normais, a tosse é um reflexo muito útil que nos ajuda a eliminar muco e substâncias irritantes das vias aéreas, evitando que líquidos atinjam os nossos pulmões. Agora se um quadro febril aparece, se a tosse está se prolongando há dias, se você está expelindo muito catarro ou até sangue ao tossir, a atenção deve ser redobrada. Gripes e resfriados, crises de rinite e sinusite, podem levar à situações mais sérias se não tratadas devidamente. Não raras às vezes será necessário o uso de antibióticos, anti-inflamatórios e corticoides para controlar e sanar o problema, evitando uma pneumonia, para citar um exemplo de complicação.

Se você é fumante, preste atenção: o fumo é um uma causa significativa de tosse porque ele aumenta o volume de muco, irrita as mucosas dos pulmões, dentre outros agravantes. Quem tem sinusite, bronquite, refluxo gastroesofágico também podem ter tosse com frequência. A depender do caso, exames de laboratório e de imagem vão ajudar no diagnóstico. Ou seja, uma tosse pode ser sintoma de várias doenças – desde um resfriado comum até um câncer de pulmão – por isso a importância em dar atenção às tosses que demoram a passar e investigar o seu motivo. Um bom tratamento vai depender de um bom diagnóstico.

Então, fique alerta:

:: Mantenha-se hidratado

:: Evite correntes de vento, que podem piorar o quadro

:: Agasalha-se de forma coerente com a estação e carregue sempre um casaco com você

:: Está há semanas com tosse? Procure ajuda médica e siga as orientações recomendadas

:: Preste atenção no tipo de tosse que você está tendo – se é seca ou com secreção – e diga isso ao seu médico

:: Use travesseiros que te ajudem a manter a cabeça mais elevada ao dormir

:: Mantenha o ambiente ventilado

:: Não se automedique

Sintomas como os citados abaixo podem indicar a causa da sua tosse:

:: Chiado no peito

:: Falta de ar

:: Gosto ruim na boca e sensação de ardência no estômago

:: Secreção no nariz

:: Sensação de estar engolindo catarro