Informações sobre planos
Curitiba (41) 3340-8787
Porto Alegre (51) 3333-6000
Rio de Janeiro 4000-1987

Sono saudável: aquela horinha a mais de descanso pode mudar sua vida

O que acontece em seu cérebro enquanto você dorme? Quais são os benefícios de dormir o suficiente? Saiba a importância desse hábito para o seu bem-estar.

Dormir é uma necessidade básica, você já sabe disso. Porém, há uma grande diferença no seu corpo quando você dá ao seu sonho o lugar que ele merece. Seu corpo e sua vida recebem
muitos benefícios quando você tem um sono saudável e sua produtividade no dia a dia aumenta.

O sono é um processo fundamental que os seres vivos compartilham, pois permite a preparação e recuperação de energias. Para nós, humanos, esse é um hábito fundamental. No
entanto, a dinâmica da nossa sociedade tem alterado a sua importância e, muitas vezes, fica para segundo plano, a pretexto de cumprir obrigações laborais, sociais ou familiares.
Enquanto dorme, o ser humano passa por uma série de fases nas quais paramos um pouco antes de passar para a próxima. Estes são:

  • REM ou Rapid Eyes Moviment (movimento rápido dos olhos): quando ocorre a recuperação mental da atenção e da memória de curto prazo, bem como as habilidades mentais rápidas.
  • Fase 1 (sono muito leve).
  • Fase 2 (sono).
  • Fase 3-4 (sono profundo): onde ocorre a secreção do hormônio do crescimento e a recuperação dos tecidos e órgãos.

Para um sono de qualidade, devemos passar por todas essas fases e ter tempo suficiente em cada uma delas. Cumprir este ciclo permite combater o cansaço, que é produto de quatro
circunstâncias básicas: dormir pouco, dormir mal, trabalhar as horas que deveria dormir e realizar tarefas que exijam de você física e mentalmente.

Chaves para uma boa noite

Esses dois hábitos o ajudarão no processo de obtenção de um sono saudável.

Durma o quanto precisar: não pode haver qualidade de sono se não houver quantidade. A proporção de sono que um adulto deve ter é entre 7,5 e 8,5 horas (daí as oito horas de sono
recomendadas); as crianças precisam de cerca de 11 horas; jovens e adolescentes, 10 horas e bebês, 13 a 20 horas. Quando esse tempo não é atendido, seu cérebro interpreta como uma
situação de emergência e se configura para uma situação de sobrevivência. Assim, ficará alerta às situações que surgem e negligenciar a regeneração dos tecidos, cognição e memória.

Durma bem: também é fundamental que durma à noite e aproveite o máximo de horas possível neste horário. Os humanos são seres diurnos e nosso funcionamento está condicionado a isso. Se o seu caso é de uma pessoa que deve trabalhar à noite, é necessário que o seu quarto recrie da melhor forma possível as condições da noite: ausência de luz, ruído e temperatura controlada.

DICA PARA IR DORMIR MAIS CEDO E TRANQUILO

Crie uma rotina antes de dormir com o que goste, evitando TV e celular: tome um banho, leia um livro ou escute uma música relaxante. Isto lhe dará sinais de que está se preparando para
dormir.

Fonte: Sura • Colômbia